thumbnail Olá,

Meia não confirma sondagem do Vasco e se diz grato ao clube andaluz, que apostou em sua recuperação

Próximo do retorno aos gramados após um ano, o meia Júlio Baptista negou a intenção de deixar o Málaga, clube que segue apoiando sua recuperação de uma lesão séria no tendão de Aquiles, há um ano atrás. Cogitado como possível alvo do Vasco da Gama para a temporada 2013, o jogador confimou a existência de sondagens de outras equipes, mas não vê a volta ao Brasil como um plano a curto prazo em sua carreira.

"Ninguém me procurou. Acredito até que exista o interesse, meu clube comentou que alguns times vieram sondar, mas não há a intenção de me vender, até porque estou voltando de contusão. Nem eu nem as pessoas que trabalham comigo conversamos com ninguém", contou em entrevista ao Globoesporte.

"No momento, eu não penso em voltar [ao Brasil]. A única coisa que eu estou pensando é em voltar a jogar. Tive duas lesões que dificultaram bastante meu ano, e o Málaga foi um time que se comportou muito bem comigo, segue apostando em mim, querendo que eu me recupere e volte a jogar."

"Por agora não tenho cabeça para voltar (ao Brasil), só daqui a um ou dois anos."

Julio chegou ao Málaga no início de 2011, proveniente da Roma, e teve um bom começo até sofrer uma série de lesões que o afastaram dos gramados meses atrás. Com o clube crescendo no cenário nacional e europeu, o brasileiro é grato por ainda ser considerado no elenco alviazul.

"Eu cheguei aqui e fui muito bem recebido, mas tive a infelicidade de me machucar e estou há um ano parado. Eles poderiam ter má vontade, tentado me vender, mas em nenhum momento aconteceu isso, pelo fato de eles acreditarem que eu posso ajudar o time. Nada mais justo do que eu poder demonstrar por que eles apostaram em mim, retribuindo o carinho, continuando aqui e mostrando o meu valor."

Para o meia, a fase ascendente da equipe irá continuar por mais tempo: o Málaga enfrenta o Porto pelas oitavas-de-final da Champions League, com o primeiro confronto agendado para o dia 19 de fevereiro, em terras lusitanas.

"Já demonstramos que somos um time competitivo e, a partir deste momento, em que você passa a enfrentar boas equipes, com qualquer erro você fica fora. O mais importante é não perder este foco e seguir forte", prosseguiu.

Relacionados