thumbnail Olá,

Dirigentes merengues não se afetam com críticas ao técnico e apostam na Copa do Rei e na Champions para que ele recupere seu prestígio

José Mourinho foi o protagonista do dia na Espanha depois de não comparecer à cerimônia de entrega da Bola de Ouro, onde estava concorrendo ao prêmio de melhor treinador de 2012. Mas, segundo afirmou o jornalista Joseba Larrañaga no programa 'El Partido de las 12', da rádio Cadena Cope, à delegação madridista não incomodou em nada a ausência do português.

Além disso, as vaias que Mourinho vem recebendo das arquibancadas do Santiago Bernabéu, especialmente depois de deixar o goleiro Casillas no banco de reservas, tampouco tem perturbado os dirigentes do clube merengue. No Real, se vê como um momento-chave a partida de volta das oitavas-de-final da Copa do Rei contra o Celta, onde a equipe precisa reverter um placar de 2 a 1 na ida para avançar.

Com o Campeonato Espanhol praticamente perdido para o Barcelona, los blancos confiam nas suas opções na Copa da Espanha e na Champions League, principalmente porque, caso decidam demitir o Special One, o Real Madrid teria de pagar 10 milhões de euros a Mourinho, segundo está estipulado no seu contrato.

Relacionados