thumbnail Olá,

O meio-campista do Barça mostra sua versão mais íntima em entrevista

Andrés Iniesta, um dos finalista da Bola de Ouro que será entrega nesta segunda feira, se abriu em uma de suas entrevistas mais pessoais, falando sobre o futebol e sobre a sua vida: "Me segurei no futebol nos piores momentos", afirmou Iniesta ao jornal 'El País'.

O autor do gol que deu a Espanha o título da Copa do Mundo de 2010, casou a um ano e segue vendo sua filha crescer: "Minha filha é minha vida", resumiu Iniesta, que reconhece que a chegada de sua filha mudou sua maneira de ver as coisas: "Há um plano para vida quando não se tem filhos e outro superior quando se é pai. Não tem nada a ver".

"Aproveito mais do futebol hoje", reconheceu o meia, que passa por outra grande temporada com seu clube: "Jogo como jogo porque me faz bem", explicou. "Escolho em cada momento a melhor opção que o jogo me oferece".

Durante esta temporada, Iniesta está sendo utilizado quase como volante por Tito Vilanova. Em qualquer umas das posições que desempenhe, sua qualidade é surpreendente, porém ele tem preferências: "Prefiro jogar pelo centro. Minha forma de jogo é participativa. Gosto de tabelar e dar passes, e no meio posso jogar assim".

O espanhol também assegurou que Messi não condiciona o jogo da equipe: "Não jogamos para Messi, jogamos com ele, o que não é a mesma coisa", sentenciou. Sem problemas, o jogador não teve problemas em reconhecer quem é o melhor: "Pelo que faz e pelo que as vezes faz. É muito difícil marcar as diferenças durante o tempo e o que faz com absoluta normalidade", concluiu.

Relacionados