thumbnail Olá,

Defensor, no entanto, descarta mudar seu estilo de jogo a partir de agora

Um mês depois de sofrer uma lesão feia durante um compromisso contra o Benfica, o zagueiro Carles Puyol retornou à equipe do Barcelona no sábado, durante a partida contra o Real Zaragoza. Após o jogo, o jogador falou em alívio por ter superado uma das piores contusões de sua carreira.

O jogador deslocou o cotovelo no segundo compromisso da equipe catalã na fase de grupos da Champions League.

"Estou feliz por estar de volta, e estou feliz por termos vencido. Sinto que estou voltando ao ritmo das coisas. Essa lesão no cotovelo foi a pior experiência pela qual passei, no que se trata de lesões. Foi muito doloroso, nunca pensei que fosse ser tão grave", contou ao Barca TV.

"A única coisa positiva nas lesões sofridas no braço é que você pode voltar aos treinos físicos mais cedo. Só preciso retomar um pouco da mobilidade, e da força."

As lesões são uma constante na carreira do defensor catalão que, em contrapartida, descarta alterar seu jeito de jogar para evitar novas contusões.

"Não adianta ficar pensando naquilo que aconteceu no passado. Se eu deixar de cabecear a bola ou entrar nas divididas, será hora de deixar o esporte. Estou sempre tentando ajudar a equipe, aquele foi só um lance infeliz", concluiu.

O Barcelona encara o Spartak em Moscou, nessa terça-feira, de olho em uma das vagas no Grupo G.

Relacionados