thumbnail Olá,

O ex-jogador argentino é processado por uma dívida de mais de 40 milhões de euros por sonegação de impostos

Diego Armando Maradona vai à Itália nesta segunda-feira acertar as pendências de impostos que supostamente ficou devendo na época em que jogava no Napoli (1985-1990).

O ex-craque argentino, hoje treinador, provavelmente participará de um programa de televisão e dará uma entrevista coletiva para explicar sua situação com as dívidas fiscais.

No começo do mês, Angelo Pisani, advogado do jogador na Itália, afirmou que a Comissão Tributária Central italiana confirmou serem nulas as investigações fiscais realizadas no final da década de 1980 sobre o Napoli e seus jogadores estrangeiros; no entanto, no mesmo dia a Agência Tributária declarou que não havia cancelado a dívida de Maradona.

Tentando recuperar ao menos uma parte da dívida, em 2006 a Agência aproveitou uma passagem do argentino pelo país e confiscou um relógio avaliado em 11 mil euros; em 2010, da mesma forma, foram levados os brincos de Maradona, leiloados por 25 mil euros.

Relacionados