thumbnail Olá,

Nicolas Leoz, líder da Commebol, disse que nunca recebeu dinheiro em 50 anos como autoridade esportiva.

Em declaração concedida à Rádio Marco, presidente da Commebol se defendeu das acusações à quais esteve envolvido. Nicolas Leoz teve seu nome citado em denúncia de subornos milionários pagos pelo Qatar para manipulação de votos para a Copa do Mundo de 2022.

"Eu nunca recebi nem um centavo, nem um em 50 anos em que fui liderança no futebol. Ninguém nunca me ofereceu um único centavo para isso ou aquilo” alegou.

A Fifa está estudando a possibilidade de investigar o Nicolas Leoz. Sobre isso, ele também falou.

"Eu não tenho nenhuma objeção” afirmou ele. "Agora é repetido, de modo que se quer passar julgamento, eu acho que é ótimo, não há problema".

Relacionados