thumbnail Olá,

Em contato exclusivo com Goal.com, empresa que intermedia a negociação mostra otimistmo: "Diego quer treinar"

EXCLUSIVO
Por Matías Baldo - Goal.com Argentina

A notícia de que Diego Maradona recebeu uma oferta para treinar o Iraque ganhou os noticiários esportivos ao redor do mundo nessa quinta-feira. Em contato exclusivo com Goal.com, o gerente-geral da World Eleven, empresa de marketing esportivo que intermedia a negociação entre o ex-camisa 10 e a Associação Iraquiana de Futebol (IFA), mostrou otimismo com um desfecho positivo das conversas.

Segundo o representante da companhia, uma definição deve sair entre sexta e sábado.

"Faz dois dias que a oferta chegou até nós, e Diego nos confirmou oficialmente de seu interesse", iniciou Hernan Tofoni.

"Diego quer trabalhar e, se todos estiverem interessados, ambos os lados estariam dispostos a ceder para que se chegue a um acordo. Tanto ele como a federação estão muito entusiasmados."

Nesta quinta, o Iraque foi derrotado na final da Copa da Ásia Ocidental, e tem um amistoso contra a Tunísia um dia antes do Ano Novo, já pensando na preparação para a Copa do Golfo, que será realizada a partir de janeiro. Ainda no primeiro semestre, a equipe tem compromissos pela fase de classificação da Copa da Ásia, o que poderia definir os rumos do trabalho de Maradona, caso o acordo seja realmente firmado.

"A ideia da Federação é assinar um contrato por seis meses e, dependendo de como as coisas acontecerem, extendê-lo até o Mundial (em 2014). Nossa ideia é, ao mesmo tempo, desenvolver um plano integral para o futebol local, com Diego como treinador", disse Tofoni.

Desde o fim de novembro, a seleção iraquiana vem sendo comandada pelo interino Hakeem Shaker, que assumiu assim que o brasileiro Zico optou por rescindir seu contrato junto à federação. Atualmente, o país árabe ocupa a terceira colocação no Grupo B das Eliminatórias Asiáticas para a Copa, o que lhe dá direito a disputar uma repescagem para tentar vaga no Brasil em 2014.

Relacionados