thumbnail Olá,

Colombiano vai deixar a aposentadoria para ajudar o América de Cali a retornar à primeira divisão

Parece mentira, mas não é: aos 46 anos de idade, o colombiano Freddy Rincón irá voltar ao futebol. O ex-corintiano anunciou nesta quinta-feira sua decisão de deixar a aposentadoria para vestir a camisa do América de Cali na próxima temporada.

Uma das equipes mais tradicionais da Colômbia, o América se prepara para disputar sua segunda temporada na segundona do país, depois de perder a vaga para a série A para o Cúcuta Deportivo. Rincón chega como uma das contratações-chave para o regresso da equipe à primeirona.

"Disse ao Umaña [Diego Umaña, técnico do América] que vou voltar a jogar. Não o faço por necessidade, mas para agradar aos meus filhos. A mais nova não me viu jogando e o menino é torcedor do América, então está sofrendo muito porque o time não ergueu a cabeça," disse Rincón.

O colombiano já havia recebido propostas anteriormente do presidente do América, Orestes Sangiovanni, todas recusadas. Ele vinha atuando como diretor das categorias de base, até que a chegada de Umaña o convenceu a atender ao chamado.

"É um desafio, não será fácil. Não sou um perdedor, então vou me preparar para jogar. Tenho minha cabeça tranquila e desde o primeiro momento dos treinamentos, vou querer jogar. Por agora, só quero um dezembro tranquilo," concluiu.

Rincón está aposentado desde 2004, quando encerrou a carreira no Corinthians. No Brasil, o jogador atuou também por Palmeiras, Cruzeiro e Santos, mas foi no time do Parque São Jorge que alcançou o ápice da carreira, tendo conquistado o Mundial de 2000, os Brasileiros de 98 e 99, além do Campeonato Paulista de 99.

Relacionados