thumbnail Olá,

Argentino sonha em ter espaço na equipe no ano que vem

Em entrevista ao Globoesporte.com, o volante Mario Bolatti desabafou sobre o ano difícil em que teve pelo Internacional. O argentino ficou emocionado após palavras.

"Foi um ano difícil. Três treinadores em uma temporada não é normal. Mas acontece, faz parte do futebol. Cada técnico é diferente na forma de trabalhar, assim como cada atleta tem suas características. Cada um tem seu jeito. Lembro da Libertadores, da pré-Libertadores. Eu fui titular. Foi uma decisão do comandante", disse.

"É doloroso e feio isso. Se não jogar aqui, não vou chegar na seleção. Perde-se o espaço lá. Todo mundo quer jogar. Apostei ficar no Inter porque gosto do clube, das pessoas. Acho que tenho mais para dar", acrescentou o jogador.

O argentino continuou o desabafo ao falar sobre o momento mais difícil na equipe gaúcha.

"Foram esses últimos seis meses agora. Perdi a sequência de jogos. A partir de julho, esse momento foi muito difícil. Saí do time de forma feia. São situações que se tem de superar, mas são chatas. Teve essa situação de ficar ou sair no meio do ano. Chegaram a falar que eu já era do Independiente. Muita coisa que não existia. Isso mexe com a cabeça".

Agora, Bolatti pensa em apenas descansar para fazer uma boa temporada 2013 pelo Colorado.

"A única coisa que desejo é parar um pouco. Descansar a mente. Pensar tranquilo em casa. Sou jogador do Inter. Se ninguém me falar outra coisa, vou continuar assim, querendo ir para campo. Vou me reapresentar para a pré-temporada. Eu gostaria de estar atuando, estou apto para jogar. Mas é uma decisão do clube", completou.



Relacionados