thumbnail Olá,

Apesar de falar publicamente que deseja contar com o meia, o presidente Arnaldo Tirone classificou o jogador como negociável, em conversas com outros membros da diretoria alviverde

O Palmeiras está aberto a propostas por Valdivia. Apesar de falar publicamente que deseja contar com o meia, o presidente Arnaldo Tirone classificou o jogador como negociável. Até o momento, apenas a Universidad de Chile manifestou interesse em contar com Valdivia, mas não nas bases desejadas pelo Palmeiras. O atual contrato do Mago vai até julho de 2015.

A intenção do clube alviverde é reaver parte dos quase R$ 36 milhões investidos para a contratação de Valdivia em 2010 – boa parte desse valor ainda tem de ser pago ao Banco Banif, que ajudou na negociação ao ceder a carta de crédito que selou a compra junto ao Al-Ain, dos Emirados Árabes Unidos. A La U quer o Mago por empréstimo e sonha com a possibilidade de ele ser o grande condutor da equipe na Taça Libertadores em 2013.

De acordo com o site globo.com, Tirone reafirmou que pretende manter Valdivia no elenco, mas não descartou a possibilidade de ouvir propostas de times estrangeiros.

"Ele sofreu muito com lesões e espero que esteja recuperado para as disputas da próxima temporada. Já recusamos propostas por ele no passado, mas se aparecer algo vantajoso, vamos ouvir", revelou o presidente.

Além do formato de empréstimo, a proposta da La U tem outro “problema”. É que Valdivia foi revelado pelo Colo Colo, e uma transferência para o grande rival poderia prejudicar sua imagem no Chile. Por outro lado, o Mago sonha com uma sequência de partidas para retornar à seleção, principalmente após a queda do técnico (e desafeto) Claudio Borghi.

Atualmente, Valdivia se recupera de uma lesão no ligamento colateral medial do joelho esquerdo, operado em outubro. Pressionado por diretores e conselheiros, Tirone tem se mostrado mais aberto à possibilidade de negociação. O empresário Osório Furlan Junior, dono de 36% dos direitos econômicos do Mago, também se mostra a favor de uma transação. As informações são do site globo.com

Relacionados