thumbnail Olá,

Por supostas demonstrações de racismo, primo de Messi leva caso à FIFA

O ex-Flamengo, Maxi Bianchucchi, entrou com uma ação à FIFA contra o presidente do Olímpia, Marcelo Recanate por causa de supostos atos de racismo.

O advogado do primo de Messi, Ricardo Scarane, disse à Rádio 970 AM do Paraguai que a denúncia solicita que Recanate não exerça nenhum cargo esportivo por um prazo de dez anos.

"Eles enviaram a carta e com todos os documentos. Os Documentos serão recebidos pela FIFA na quinta-feira. A denúncia foi apresentada por todos a frases proferidas de Recanate contra o Sr. Maxi e não mais necessidade de lembrar que eles são sérios", disse Scarane.

De acordo com a denúncia, o mandatário do Olímpia chamou Max de "anão, preto, argentino desrespeitoso e irreverente" ao saber que o jogador da equipe paraguaia estava negociando sua transferência para um time do Qatar.

"Maxi está ciente de todas as denúncias, e se sente muito afetado por todas as expressões de Marcelo (Recanate). Ele está cumprindo o seu contrato para o amor aos fãs ", concluiu o advogado do primo de Messi.

Relacionados