thumbnail Olá,

"Jamais pedi aumento salarial e nunca deixaria de jogar por causa disso. Tenho caráter. Não faço as coisas bem ou mal por causa de dinheiro", afirmou o atleta

Barcos enfrentou o São Paulo , no sábado, se concentrando um dia a menos em relação aos colegas. O atacante, contudo, assegura que a diferença se explica por seu cansaço na volta de Resistencia, onde Brasil e Argentina tiveram seu jogo cancelado na quarta-feira. Enquanto os colegas de Palmeiras estavam em um hotel desde quinta-feira, o artilheiro se juntou ao elenco só no dia seguinte, mas diz que o ato fez parte de um acordo com a diretoria.

"Mesmo sem ter jogado (contra a seleção brasileira), cheguei cansado ao Brasil (na quinta-feira). Teve viagem, concentração, tudo normalmente. Cheguei para treinar e fiquei fazendo massagem com o Serginho (massagista do clube). Conversamos e ficou acertado que eu concentraria na sexta-feira. Foi só isso que aconteceu", disse Barcos em entrevista ao site oficial do Palmeiras.

A explicação do jogador é uma resposta à reportagem da rádio Jovem Pan,  que informou que a concentração reduzida tem a ver com a cobrança do camisa 9 por um aumento salarial. Já com a seleção argentina para a disputa de duas rodadas das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, Barcos negou a versão.

"Jamais pedi aumento salarial e nunca deixaria de jogar por causa disso. Tenho caráter. Não faço as coisas bem ou mal por causa de dinheiro", afirmou o atleta, reiterando que sua atuação na derrota por 3 a 0 no Morumbi nada tem a ver com seus vencimentos.

"Assim como toda a equipe, não fui bem contra o São Paulo, mas não tem nada a ver com pedido de aumento. Estou feliz com o que recebo e está tudo em dia", falou Barcos, que promete dar uma entrevista coletiva quando voltar a São Paulo, na próxima semana, para esclarecer o caso.

De acordo com informações divulgadas pelo Palmeiras , Barcos chegou mais tarde aos trabalhos de quinta-feira, que foram fechados para a imprensa, porque o voo de volta ao Brasil atrasou. Mesmo assim, o atacante fez trabalhos de recuperação, com massagem e hidromassagem, na Academia de Futebol. No dia seguinte, treinou com o grupo de manhã e se juntou aos colegas na concentração.

Relacionados