thumbnail Olá,

Ídolo argentino lembrou das discussões com o ex-camisa 10 xeneize

O anúncio de que o meia Juan Riquelme está saindo do Boca Juniors não foi bem recebido por outro ídolo do clube, o agora treinador Diego Maradona. Em entrevista à Radio Metro 95.1, o argentino não poupou as críticas ao articulador de 34 anos, dizendo-se surpreso com a decisão.

El Pibe ironizou a declaração de Riquelme, que disse estar se 'sentindo vazio' após a final da Copa Libertadores. Para o ex-jogador, é como uma traição à torcida xeneize, a maior do país.

"Tudo bem, um dia você tem um problema com Maradona e diz 'não' à seleção. Mas você não pode brigar com 70 milhões de torcedores", começou.

"Se está vazio, encha-se. Sou deste tipo de pensamento."

Desde que saiu, o camisa 10 atraiu a atenção de várias equipes brasileiras, como Flamengo, Cruzeiro e Grêmio, que sondaram a possibilidade de contar com seu futebol.

"Se quiser brigar comigo, pode me procurar, ou eu o procuro. Mas não pode trair 75% da Argentina, que é a torcida do Boca Juniors"

Além de comentar sua passagem no Al-Wasl, que se encerrou recentemente, Maradona comentou sobre o Corinthians, campeão da Libertadores 2012, e vê a vitória sobre o Boca como algo natural.

"É uma equipe fora dos padrões brasileiros, parece muito com os times italianos: muito organizados, saem em contra-ataque, ocupam os espaços. Não adianta só levantar bola na área, pois tem zagueiros muito grandes, assim como o goleiro. Estão muito bem armados", elogiou Dieguito.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.
          

Relacionados