thumbnail Olá,

Segundo o o diário “Olé”, o meia teve as portas fechadas no Brasil, após Flamengo e Cruzeiro desistirem dele

O futuro de Riquelme aponta para a Argentina, informou o diário “Olé” nesta quarta-feira. Segundo o jornal, o meia teve as portas fechadas no Brasil, após Flamengo e Cruzeiro desistirem dele. Já as ofertas de times da China e dos Emirados Árabes não teriam agradado ao vice-campeão da última edição da Libertadores.

Com a falta de mercado, o jogador, que já disse que no Boca não atua mais, vai tentar a sorte em outro clube da Argentina. Para isso, ele ainda teria que convencer a diretoria a seguir no país.

Segundo o “Olé”, Riquelme tem propostas do Tigre, segundo colocado no último Campeonato Argentino, e do Rosário Central. Mas o presidente do clube, Daniel Angelici, diz que só vai liberá-lo para um clube do país caso receba a multa rescisória, no valor de 2,1 milhões de dólares (R$ 4,25 milhões). O meia tem mais dois anos de contrato com o Boca.

Apesar de a torcida xeneize ter feito até um baideraço para convencer o jogador a ficar, Riquelme deixou claro que deixará o time, justificando: não se sente mais em condições de se doar 100% à equipe e, por isso, prefere sair pela porta da frente.

"Eu não vou continuar. Eu amo este clube e serei eternamente grato ao Boca. Eu me sinto vazio, acho que não tenho mais nada para dar a este clube. Eu não posso jogar pela metade. Eu amo este clube e eu tenho que me entregar totalmente" - disse Riquelme.

Relacionados