thumbnail Olá,

Dirigente do Bayern de Munique alerta para que os confrontos entre as duas melhores equipes da Alemanha não se tornem tão polêmicos quanto os espanhois.

Karl-Heinz Rummenigge defendeu que os clássicos alemães não tomem como exemplo os espanhois, costumeiramente cercados de polêmica e com os nervos à flor da pele dentro das quatro linhas - sem falar na batalha travada através da imprensa, que usualmente começa bem antes do dia da partida.

Os finalistas da Champions League desta temporada empataram em 1 a 1 no último final de semana pela Bundesliga, num pequeno aquecimento do que está por vir no próximo dia 25 de maio, em Wembley. E como não poderia ser diferente, o clima no gramado foi bastante movimentado, mas o CEO dos bávaros espera que os embates permaneçam civilizados.

"Ambos os times - Borussia e Bayern - precisam se certificar que nós não comecemos a criar uma rivalidade nos grandes clássicos alemães como na Espanha", declarou ao Ruhr Nachrichten.

"Nós fazemos bem em encarar essas partidas com grande seriedade e respeito à história do jogo, e não colocando mais lenha na fogueira".

O ex-jogador da seleção alemã está otimista sobre o duelo em solo inglês, mas diz que Pep Guardiola, que assume o comando da equipe em junho, não viajará com o clube para Londres. O objetivo é manter todo o foco do elenco na partida contra os comandados de Jurgen Klopp.

"Ele não quer vir à final porque não quer que sua presença distraia o Bayern de alguma forma", afirmou Rummenigge.

"O time está confiante mas também teremos uma pitada de humildade em Londres. Sabemos que será um jogo muito difícil".

Ainda nao aguardo do dia 25 deste mês, o Bayern de Munique desfila sua faixa de campeão nacional contra o Ausburg no próximo sábado, pela Bundesliga.

Relacionados