thumbnail Olá,

Atualmente, o italiano está no comando da seleção da Rússia, mas admitiu dificuldades com o idioma e saudades da atmosfera inglesa

Fabio Capello, técnico da seleção russa, admitiu que sente falta do futebol inglês e que gostaria de ter uma oportunidade de treinar algum time da Premier League. O italiano também admitiu dificuldades para lidar com o tradicional esquema de jogo russo.

"A Premier League é absolutamente fascinante. Estou disponível e ficaria lisonjeado por trabalhar neste campeonato. Tanto minha esposa e eu sentimos falta do Reino Unido e do futebol na Inglaterra. Os estádios são cheios, enquanto na Rússia muitas vezes eles estão vazios", revelou.

"Estou acostumado com a atenção da mídia na Itália e na Espanha, e estou confiante de que posso lidar com a imprensa na Inglaterra. É parte do trabalho. Na Rússia é ótimo que ninguém pode ler os jornais", disse.

Apesar de ter levado a Rússia a quatro vitórias consecutivas em jogos classificatórios para a Copa do Mundo de 2014, Capello se mostrou frustrado com o pequeno número de talentos no país, além das dificuldades em se comunicar com os jogadores.

"Antes do jogo, eu mostro vídeos aos jogadores para mostrar os meus pontos de vista, mas o tradutor ainda tem que escrever isso porque o idioma russo tem um alfabeto diferente. As vezes o tradutor transmite conceitos, mas não é exatamente a sensação que quero transmitir", disse.

Ex-técnico da seleção inglesa, Capello desabafa. "Eu costumava reclamar que nós só jogávamos com 38% dos jogadores da Premier League, que eram ingleses, mas a situação é ainda pior na Rússia. Para atrair jogadores pra cá é necessário muito dinheiro", afirmou.

Relacionados