thumbnail Olá,

Atacante fala dos problemas que sucederam sua chegada ao clube russo

Há quase seis meses no Zenit São Petersburgo, o atacante Hulk já consegue fazer um balanço de sua passagem no futebol russo. Em entrevista ao Euronews, o ex-jogador do Porto falou mais uma vez sobre a negociação que o levou para o Leste Europeu, ao invés de algum grande centro do esporte no Velho Continente.

O brasileiro admite que a questão financeira pesou na sua escolha, mas lembrou que o clube russo tem um projeto de crescimento no cenário continental.

"Queria buscar uma nova meta para atingir e para isso precisava de ir para um campeonato diferente, já tinha ganho tudo no Porto. Tive várias propostas de Inglaterra, Itália e Espanha, mas não chegamos a um acordo. O que só aconteceu com o Zenit", começou.

"Não vou mentir, as pessoas sabem que sou jogador de futebol, tenho de aproveitar o momento e é claro que também escolhi o Zenit pela questão financeira, mas não só."

"O Zenit é um clube que está a crescer muito, tem uma grande estrutura, um clube que está investindo muito e tenho certeza que daqui a dois ou três anos vai estar entre os grandes clubes da Europa."

A parte econômica que envolveu a transferência do Porto para o Zenit também trouxe alguns constrangimentos a Hulk, já que o alto salário pago ao atacante incomodou as lideranças que já faziam parte do clube. Mesmo com a pressão sofrida pelo investimento feito pelos russos, o jogador de 26 anos diz que não pensa em ser o dono do time.

"Acredito que [a adaptação ao clube] também tenha sido complicada em virtude do tumulto da transferência, os valores em questão. Os outros jogadores já começaram a olhar de lado, mesmo sem me conhecerem. Pensaram que a contratação foi tanto e portanto que eu queria ser a estrela da equipe."

"Mas eu não cheguei para ser a estrela, eu estou aqui para ajudar e ser ajudado e tenho a certeza que isso vai acontecer."

"Houve alguns jogadores que me faltaram ao respeito, mas eu nunca me manifestei nem queria qualquer confusão, bem pelo contrário."

"Foram ditas algumas coisas em público, que não deveriam ter sido ditas, nem em entrevistas. Eu seria incapaz de falar mal de um colega de profissão", concluiu Hulk, que disse já ter superado os problemas internos em sua nova casa.

Relacionados