thumbnail Olá,

O ex-zagueiro campeão do mundo pela Itália afirmou que o sueco desrespeitava os companheiros

O zagueiro campeão do mundo com a Itália em 2006, Marco Materazzi, que marcou mais na final pela cabeçada que levou de Zidane do que pela sua performance em campo, soltou a língua em uma entrevista para a revista France Football. O jogador não poupou ninguém, mas seu principal alvo foi o ex-companheiro de Inter de Milão, Zlatan Ibrahimovic.

Ibra e Materazzi jogaram lado a lado entre 2006 e 2009, e conquistaram três campeonatos italianos e duas supercopas da Itália neste período.

"Quando um companheiro tem dificuldades, você em de ajudá-lo, não massacrá-lo. Esse é o grande defeito de Ibrahimovic. Uma equipe não é só um jogador. É por pensar desse jeito que ele nunca será um Messi ou um Cristiano Ronaldo," disse com dureza o italiano.

Para Materazzi, a atitude de Ibra para com os companheiros era desrespeitosa  edeixavamuito a desejar, chegando, muitas vezes, ao ponto do insulto.

"Aconteceu muitas vezes, inclusive comigo. Me insultou. Mas não me afetou porque eu já era um jogador com experiência. Para ele as coisas são tão fáceis que não permite que outras pessoas cometem erros. Como se ele nunca tivesse culpa. Ibra não entende que uma equipe é composta por vários jogadores," acrescentou.

Apesar disso, Materazzi reconheceu o talento do ex-companheiro.

"É um dos melhores com quem já joguei e certamente um dos cinco melhores do mundo, isso não tem discussão. Quando se coloca à disposição do grupo, ele é genial."

Outro que não tem nenhuma simpatia do italiano é Rafael Benítez. O espanhol assumiu o comando da Inter depois da saída de José Mourinho para o Real Madrid, em 2010, e nunca conseguiu conquistar o elenco Nerazzurri. Apesar do título do Mundial, Benítez ficou menos de seis meses no clube.

Materazzi revelou que uma das primeira atitudes de Rafa foi mandar retirar a foto de Mourinho da sala onde constavam todos os treinadores da história do clube, ato não perdoado pelo italiano e por outros atletas, fãs declarados do português.

"A história da Inter não se deve manchar, nem discutir. Com esse gesto, Benítez mostrou seu caráter. É uma pessoa errada," acusou.

Como não poderia deixar de ser, ele também comentou o incidente na final da Copa de 2006. Depois de provocado, o astro francês, Zinedine Zidane, três vezes melhor jogador do mundo, acertou uma cabeçada no peito de Materazzi e foi expulso. A cena do craque da Copa de 2006 deixando o campo e passando pela taça para dirigir-se ao vestiário entrou para a história. Para Materazzi, a sua suspensão posterior de dois jogos pela confusão foi "injusta", e ainda disse que Zidane perdeu várias oportunidade de fazer as pazes.

"Kofi Annan e Nelson Mandela tentaram nos reconciliar. Se essas pessoas não conseguiram, não é por minha culpa," disse, ao revelar que a ONU tentou fazer uma foto dos dois juntos, o que foi prontamente recusado pelo francês.

Relacionados