thumbnail Olá,

Ex-treinador do Barcelona declara que ser técnico na Inglaterra é um objetivo pessoal e põe clubes ingleses em alerta vermelho.

É inegável que a Premier League é uma ambição comum a vários treinadores e atletas ao redor do planeta. Mas, quando se trata de um nome em evidência no mundo da bola, esse interesse se torna algo realmente animador para os times que frequentam a primeira divisão inglesa.

Depois de notáveis quatro anos à frente do Barcelona, Pep Guardiola está interessado em mais um grande desafio na carreira: comandar um time inglês. Há um ano, quando deixou o clube da Catalunha para, sem qualquer destino profissional, ir morar por um tempo nos Estados Unidos, Guardiola já deixava claro que saia do Barça para evitar atritos que sempre vêm quando se permanece treinando um mesmo clube por anos, além de almejar outros desafios.

“Eu sempre achei o futebol Inglês muito fascinante, pelo ambiente, a multidão e os torcedores”, declarou o treinador ao site da FA Cup.

A FA Cup está completando 150 anos. Um grande presente, de fato, seria ter Pep entre o seleto grupo de treinadores que competem dentro do visado futebol inglês.

"Eu gostaria de dizer parabéns e feliz aniversário pelos 150 anos da FA Cup, e de todas as pessoas ao redor do futebol Inglês. Merecem isso porque têm sido muito importante no desenvolvimento do nosso esporte", disse Guardiola.

Relacionados