thumbnail Olá,

Argentino se desculpou por não mencionar Tito Vilanova, Abidal e Cristiano Ronaldo depois de conquistar o quarto prêmio seguido

Em entrevista à revista francesa France Football, Lionel Messi falou sobre a conquista da sua quarta Bola de Ouro consecutiva como melhor jogador do mundo. O argentino disse que quer mais, porém ressalta que isso não é seu objetivo principal.

"Espero ganhar mais, mas não é uma obsessão. Eu quero aproveitar isso, vamos ver em alguns meses", revelou Messi.

O argentino enfatiza que os seus títulos coletivos são mais importantes que os individuais.

"Não há nada como os títulos coletivos. Prêmios individuais não causam a mesma adrenalina. Estou feliz, mas ganhar uma final, levantando uma copa e compartilha-la com toda a equipe é incomparável. É a coisa mais bonita que se pode viver como um jogador'', reconheceu o camisa 10 blaugrana.

O jogador do Barça lembrou da sua partida mais inesquecível da carreira: final da Champions contra o Man Utd em Roma.

"Quando fecho meus olhos e penso em minha carreira, a primeira imagem que vem à mente é a noite da nossa vitória em Roma, contra o Manchester. O gol de cabeça e a alegria coletiva após o apito final", acrescentou.

Por fim, o melhor jogador do mundo lamentou por ter esquecido de mencionar Tito Vilanova, Eric Abidal e Cristiano Ronaldo ao receber a Bola de Ouro.

"Sinto muito. Eu não disse tudo o que eu queria dizer. Ela não levei nada preparado ou notas escritas, mas não tinha a intenção de esquecer ninguém. Especialmente Tito e Abi. Felicito também Cristiano. Mas cada vez mais, a excitação aumenta e perco o controle ", finalizou Messi.

Relacionados