thumbnail Olá,

Brasileiro declarou que não está feliz no Paris Saint-Germain, considera propostas de times brasileiros, mas não descarta outros possíveis destinos.

Nenê, de 31 anos, não está feliz no Parque dos Príncipes. Recentemente expressou seu desejo de deixar a França e, quem sabe, retornar ao Brasil. Apesar de sonhar em atuar outra vez nas terras tupiniquins, não nega estar avaliando propostas da Europa, China e Emirados Árabes.

"Eu quero voltar para o Brasil, assim como meus filhos também querem que eu volte para casa. Lá eu vou ser melhor observado pelo treinador da Seleção Brasileira, também, mas o problema é que eu não posso deixar de considerar o futuro de minha família ", disse Nenê ao Le Sport 10.

Nenê confirmou o Santos como um dos brasileiros interessados, mas deixou claro o interesse de outros clubes.

"Eu ainda hesito entre a escolha financeira e a competitiva. Tem o Milan e o Santos. Há também várias outras equipes no Brasil, no Emirados Árabes Unidos, na China. Acho que tudo vai ser resolvido nos próximos dias”, arriscou Nenê.

Apesar da vontade de deixar o clube, os torcedores do PSG não deixam de mostrar todo o carinho e gratidão que tem pelo brasileiro.

"Minha situação realmente dói por causa de todas as mensagens de apoio que os torcedores do PSG têm me enviado. Está sendo uma situação difícil. Mas eu não estou feliz se não estou jogando'', desabafou.

Sidnei Loureiro, gerente de futebol do Botafogo, admitiu o interesse do alvinegro em Nenê, mas a pedida financeira foi alta demais para as pretensões do time carioca. Giovanni Luigi, presidente do Internacional, também compartilhou do ponto de vista.

"Nós realmente tínhamos considerado a possibilidade de recrutar o Nenê, mas o custo é realmente muito alto", disse o colorado.

Relacionados