thumbnail Olá,

Ex-presidente do Barça afirmou que o time parisiense deve reforçar sua identidade e revelou orgulho por participar do 'maior time da história'

O ex-presidente do Barcelona, Joan Laporta, afirmou que para o PSG crescer deve adotar a filosofia do Barcelona dos últimos anos.

"Barcelona e Paris são iguais. Essas cidades são caracterizadas por seu amor à beleza", disse ele em entrevista à Eurosport. "PSG devem adotar a filosofia do Barcelona. Eu respeito os investimentos do PSG, mas, na minha opinião, isso deve ser feito com uma única ideia em mente: O espetáculo", acrescentou.

Laporta relembrou quando assumiu o comando do Barcelona.

"Quando chegamos [em Barcelona, em 2003], a situação era catastrófica. Txiki Begiristain, o diretor esportivo, decidiu, em colaboração com Johan Cruyff ter [Frank] Rijkaard instalado no banco, em seguida, trazer Ronaldinho".

"A filosofia era a de Cruyff e foi, provavelmente, a medida mais importante. Era essencial ter uma visão clara de onde estávamos indo. Tínhamos perdido esse espírito. A ideia era recuperar a beleza antes de resultados".

"Você deve ter o tempo, também. Eu sabia que eu tinha vários anos para completar o meu projeto. Mas eu também sabia que, com Deco, Ronnie [Ronaldinho], [Samuel] Eto'o, Xavi e Iniesta, eu estava na direita. Filosofia e imagem como prioridades. Essa é a chave", ressaltou o ex-presidente do time culé.

Por fim, Laporta comentou sobre Ibrahimovic, estrela do PSG.

"Paris assinou com um grande profissional. Estou bem colocado para falar sobre Ibra porque eu assinei com ele [para o Barcelona]. Ele é um vencedor, ele mostrou isso na Itália e em todos os clubes onde jogou. Mas o mais importante, Ibra é um grande artilheiro", completou.

Relacionados