thumbnail Olá,

Técnico da seleção espanhola declarou sua torcida pelo meia do Barcelona e afirmou estar muito orgulhoso com indicação a melhor treinador do ano

O técnico da seleção espanhola, Vicente del Bosque, falou nesta terça-feira, em entrevista ao canal espanhol Movistar, sobre a premiação aos melhores do mundo da FIFA, que acontecerá em janeiro. O técnico é um dos indicados a melhor treinador de 2012, ao lado de José Mourinho, do Real Madrid, e Pep Guardiola, ex-técnico do Barcelona.

"Todos os reconhecimentos são muito bons, temos que recebê-los com muito otimismo e orgulho. Ser reconhecido pelo mundo não é nunca uma coisa ruim," disse del Bosque, que é considerado o favorito para o prêmio este ano, depois de comandar a Espanha em mais uma conquista da Eurocopa - a segunda consecutiva, e logo após a Copa da África de 2010, feito inédito.

Del Bosque também não escondeu sua preferência sobre os três jogadores indicados ao Bola de Ouro de 2012.

"Gostaria que fosse o Iniesta, que representa o futebol espanhol, e nos últimos dias tenho denfendido que nosso futebol merece ser premiado desta forma."

Falando a respeito da Fúria Roja, o treinador comentou a situação de dois dos nomes mais constantes na seleção, e que tem enfrentado problemas nos seus clubes: os atacantes Fernando Llorente, do Athletic Bilbao, e David Villa, do Barcelona.

"São duas situações distintas: a primeira tem a ver mais com coisas extra-campo, que é o caso do Llorente, que disse que não queria mais continuar no clube e teve a sua decisão mal recebida, o que é normal por parte do Athletic. Esperamos que se resolva. A segunda é o caso do Villa, que é menos problemático. Trata-se apenas de um técnico que tem muitos jogadores bons, e é certo que ao final David acabará recuperando sua vaga pois todo técnico quer ter os melhores à sua disposição," disse.

Del Bosque mencionou Negredo, Soldado, Aduriz, Diego Aspas e Michu, sensação da Premier League pelo Swansea, como possíveis substitutos de Llorente, Villa e Torres, caso seja necessário, afirmando não estar preocupado com falta de opções.

Relacionados