thumbnail Olá,

Português joga a toalha por título espanhol, mas espera reação da equipe antes do retorno da Champions League

O tropeço do Real Madrid no domingo, empate em 2 a 2 com o Espanyol, deixou o time da capital longe do bicampeonato espanhol, já que o rival Barcelona abriu treze pontos de vantagem com a goleada sobre o Atlético na mesma rodada. Para o técnico José Mourinho, o título é uma realidade quase inatingível para a equipe a essa altura, embora não abra mão de boas apresentações de seus comandados.

"Acho que vencer a Liga é quase impossível, mas nós ainda precisamos jogar melhor. Se conseguirmos isso na Liga, vamos crescer na Champions", disse na coletiva pós-jogo.

"Não estamos tão bem quanto antes. Não temos a mesma alegria e confiança, e tem sido difícil marcar tantos gols quanto no ano passado. Nunca estive nessa situação, mas não me faltam forças."

"Vamos seguir indo em busca do título, ainda que pareça impossível no momento. Este é o Real Madrid. Todos precisam mostrar algo por si mesmos, por ambição e dignidade, mas também pelo nome Real Madrid."

Mourinho também se disse satisfeito com a atuação do croata Modric, substituído no intervalo do jogo de ontem.

"Modric não foi mal na partida, mas eu o tirei por uma decisão estratégica. Não gostei de te-lo tirado, ele estava bem no jogo"

Para encerrar, o português mandou mais uma de suas pérolas, ao ser confrontado sobre os problemas defensivos de sua equipe nas bolas paradas: "Você é um jornalista, deveria ter capacidade de fazer uma análise dessas por si!"

O Real encara o Málaga no próximo sábado, jogando fora de casa.

Relacionados