thumbnail Olá,

Meia ainda não foi procurado pelos dirigentes do clube para renovar seu contrato, que acaba ao fim da próxima temporada

A parceria de 12 anos entre Frank Lampard e Chelsea deve estar mesmo vivendo seus últimos meses. Um dos maiores ídolos dos Blues, Lampard não recebeu nenhum contato do clube sobre a renovação de seu contrato, que se encerra ao fim da atual temporada.

Lampard esteve afastado do clube por seis semanas com uma lesão no músculo da panturrilha, mas fez seu retorno contra o Sunderland, no último sábado, e foi o jogador mais apludido pela torcida inglesa que esteve presenta na vitória da equipe por 3 a 1 contra o Monterrey, pelo Mundial de Clubes da FIFA, no Japão.

O jogador de 34 anos foi uma das principais peças no time de Roberto Di Matteo que surpreendeu a todos ao ganhar a Liga dos Campeões em maio, mas, desde então, tem sido constantemente preterido em favor dos jogadores mais novos em uma tentativa de renovar o desgastado elenco azul. Lampard acredita que ainda pode atuar por dois ou três anos em alto nível, mas tirou suas próprias conclusões do silência dos dirigentes.

"Sou um jogador do Chelsea ainda, mas até aqui nada foi dito sobre renovação. Não há nenhuma conversa sobre uma possível extensão do meu contrato por um ou dois anos, nada foi planejado, até onde eu sei. A bola agora está com o Chelsea. Sinto que tenho mais ou três anos pelo menos em um bom nível mas não cabe a mim decidir. O que quer que aconteça, passei ótimos anos no Chelsea. Talvez as coisas simplesmente não durem para sempre, por mais que eu queira," disse o meia, em um melancólico tom de despedida, ao The Guardian.

"Não sou o tipo de jogador que vai simplesmente sentar no banco e esperar a aposentadoria chegar. Quero estar envolvido. É assim que eu sou. Continuarei tentando fazer isso, quaisquer que sejam as circunstâncias. Sinto que tive um bom ano, particularmente a partir de fevereiro, tendo uma participação que eu gosto de achar que foi bem significativa [na conquista da Liga dos Campeões]. É claro que o Didier [Drogba] foi o principal responsável, mas nós dois fomos os jogadores que tinham estado um pouco de lado [com André Villas Boas] e voltamos ao time [com a chegada de Di Matteo], e fizemos a diferença," afirmou.

Lampard é o terceiro maior artilheiro do Chelsea, com 189 gols em 611 jogos em todas as competições, tendo chegado ao clube em 2001 - antes da Era Abramovich. Os chineses do Guizhou Renhe já demonstaram interesse na contratação do astro, um dos maiores nomes do futebol inglês na última década, mas a liga Norte-Americana também aparece como opção, particularmente o Los Angeles Galaxy.

Dois dias após assumir o cargo de técnico no Chelsea, Rafael Benítez disse à imprensa que Lampard e Ashley Cole não deveriam permanecer no clube no próximo ano - decisões que, aparentemente, haviam sido tomadas antes da sua contratação para subsituir Roberto Di Matteo.

Relacionados