thumbnail Olá,

Na Índia, ex-treinador da Seleção falou sobre a Espanha e criticou a dependência do Real Madrid em Cristiano Ronaldo

Para Dunga, um grande jogador não consegue triunfar sozinho no futebol moderno. Em entrevista ao Times of India, o ex-técnico da Seleção brasileira ressaltou a importânca de cercas as estrelas com um conjunto qualificado, algo pelo qual teceu duras críticas ao Real Madrid de José Mourinho, e fez um alerta a Brasil e Argentina.

Apesar de elogiar o sucesso da Espanha no coletivo, ele ainda prefere esperar mais alguns anos antes de colocar o país como candidato aos próximos Mundiais.

"Um jogador apenas não vence um torneio. Para um time ser bem-sucedido, você precisa ter estrelas cercadas de outros jogadores de qualidade. Ronaldo é muito talentoso, mas seus companheiros não chegam ao mesmo nível", começou

"Messi é mais experiente agora, enquanto Neymar está ganhando confiança. Tanto Brasil quanto Argentina precisam apoiar suas estrelas."

"A Espanha só venceu uma Copa do Mundo e tem aproveitado o sucesso nos últimos quatro anos. Vamos deixar que vençam pelo menos mais dois Mundiais, aí poderemos falar em tradição."

O ex-jogador também elogiou a escolha de Felipão para a Seleção brasileira, que substituiu Mano Menezes no cargo no final de novembro.

"É o homem certo para o Brasil neste momento. Tem a experiência, e um profundo conhecimento sobre futebol. Levou a equipe ao título da Copa do Mundo, e acredito plenamente que Felipão conseguirá repetir uma nova fórmula vencedora."

"Ele tem o perfil vencedor, o que conta muito quando se trata de trabalhoar em uma equipe como o Brasil."

Por fim, Dunga reforçou o coro que prega a transferência do atacante Neymar para o futebol europeu. No entanto, ele não vê pressa para que isso ocorra antes da Copa.

"Ele deveria ir para a Europa após a Copa do Mundo. Vai ajudá-lo a desenvolver seu potencial", concluiu.

Relacionados