thumbnail Olá,

Atacante do Real Madrid concede entrevista a jornal francês e fala sobre a relação com José Mourinho, Messi e a concorrência sobre a Bola de Ouro

O atacante do Real Madrid Cristiano Ronaldo concedeu uma entrevista neste domingo, 25, ao jornal francês Le 10 Sport. No bate-papo, o jogador faz elogios rasgados ao treinador José Mourinho, diz que não é arrogante e nega inimizade com Messi. Veja os melhores momentos:

 

Sobre Mourinho

"Nosso relação é perfeita. Para mim, ele é o melhor técnico e trabalhar com ele é fantástico. Além de falamos a mesma língua, somos amigos e dá certo, também, por isso. Mourinho é considerado o Special One porque ganhou em todos os lugares, é referência para os outros técnicos e ele realmente merece esse apelido. Os números e recordes dele estão aí para provar. Eles está com o Real Madrid em três competições (Champions League, Campeonato Espanhol e Copa do Rei). Nosso objetivo é vencer todos os três, mas a prioridade é a Champions League. Mas vamos fazer o nosso melhor em todas as disputas."

Sobre a Bola de Ouro
"Eu nem penso nisso. Os treinadores votam, então, é esperar para ver. Mas, realmente, eu não fico obcecado. Não é que me mantém ativo. Se eu ganhar ou não, não vai mudar a minha vida, não vai ser o fim do mundo. Eu jogo em um time em que a pressão é constante. Os troféus individuais não são importantes, mas ganhar com a equipe é fundamental. "

Sobre ser pretensioso
"Eu respeito todo mundo. Mas eu também poderia dizer que os outros são arrogantes. As pessoas me julgam mesmo sem me conhecer. Quem são eles para fazer isso? Eu tenho de conviver com isso, não posso mudar a minha personalidade, meu caráter, minha educação. Em campo eu sou ambicioso, não sorrio muito porque estou focado no que tenho de fazer."

Sobre Messi
"Essa rivalidade não começou hoje e eu não dou atenção a isso. A imprensa é que nos coloca um contra o outro. Tenho uma relação profissional com Messi, nós não somos amigos porque não compartilhamos o mesmo vestiário. E se estivéssemos no mesmo time? Não tem nenhum problema - se ele vier a Madri, jogamos juntos."

Relacionados