thumbnail Olá,

Limite nos gastos com salários é um dos principais pontos de discussão entre as equipes da Premier League

Nesta quinta-feira, representantes dos 20 clubes da Premier League se reuniram para discutir a adesão aos pontos estabelecidos no Fair Play Financeiro imposto pela UEFA. O fato de muitas equipes estarem operando com perdas motiva os ingleses a buscarem alternativas mais viáveis para a operação do futebol, como a introdução de um teto salarial ao qual os times devem se enquadrar.

"Eu realmente acredito que os clubes da Premier League desejam, pelo menos, operar no zero", disse o presidente do Wigan, Dave Whelan, ao Sky Sports.

Como a proposta do teto salarial é vista como inviável no momento, propõe-se, ao invés disso, um limite no quanto os clubes poderam acrescentar nos gastos com o futebol, com base naquilo que já operam.

Outra proposta consiste em aumentar a responsabilidade dos cartolas com investimentos feitos em jogadores. Uma cláusula nos contratos garantiria que os presidentes que deixarem os cargos assumam o pagamento dos salários mais caros de qualquer atleta contratado durante sua gestão, evitando gastos mal planejados com o futebol.

Relacionados