thumbnail Olá,

Em entrevista ao jornal inglês "The Guardian", Iniesta admitiu que o futebol praticado tanto pelo Barcelona e pela Seleção Espanhola é pragmático.

Em entrevista ao jornal inglês "The Guardian", Iniesta admitiu que o futebol praticado tanto pelo Barcelona e pela Seleção Espanhola é pragmático. Para ele, porém, a conotação é diferente das que apontavam ambos "sonolentos".

"Não estamos dizendo que o futebol é uma ciência e se jogar dessa forma você irá ganhar sempre. Jogamos dessa maneira porque nos convém. Não temos jogadores para atuar de uma forma diferente. As pessoas falam sobre um futebol "pragmático". Bem, para nós, é pragmático. É o modo como gostamos e que acreditamos ter maiores chances de vitória. Mas o futebol que Espanha e Barcelona jogam não é o único tipo de futebol que existe. O contra-ataque, por exemplo, tem muito mérito. São os estilos diferentes que tornam esse esporte algo maravilhoso. Mas o que fazemos não é fácil, porém".

A campanha  a Eurocopa de 2012 foi um exemplo. Para Iniesta, a goleada na final sobre a Itália, por 4 a 0, premiou a equipe e tirou um peso do ombro de cada jogador.

"Precisávamos daquela vitória. Foi a partida mais completa que fizemos - na forma de passar a bola com velocidade e a agressão que mostramos no ataque. Estamos agora sendo julgados de acordo com o nível de desempenho que é quase impossível alcançarmos. Mas nós ganhamos o direito de sermos julgados dessa maneira. É uma faca de dois gumes - o quão melhor você jogar mais expectativas irá criar"

Aos 28 anos, Iniesta foi eleito o melhor atleta dentro do futebol europeu na última temporada, quando superou Lionel Messi e Cristiano Ronaldo. Algo que o próprio definiu como "especial".

"Ganhar aquele prêmio foi especial. Apenas de estar lá entre Cristiano e Messi foi um prêmio para mim, então estar lá e inclusive ganhar... As pessoas gostam do jeito que eu jogo que me colocaram acima de Messi e Cristiano, o que é incrível. Sinto que elas me respeitam".

Relacionados