thumbnail Olá,

A reclamação vem justamente porque o City reclamou de dois pênaltis não marcados em jogadas com os argentinos Tevez e Zabaleta

Após a vitória do Manchester City por 2 a 1 sobre o Fulham, Sergio Aguero tentou fugir das críticas à arbitragem mas acabou admitindo que os juízes ingleses são mais rigorosos com jogadores estrangeiros. A reclamação vem justamente porque o City reclamou de dois pênaltis não marcados no final de semana, em jogadas com os argentinos Tevez e Zabaleta.

“Acontece em qualquer lugar. Há um pouco de privilégio para os jogadores que são do próprio país, isso é normal. Nós apenas jogamos nosso jogo, e o trabalho do árbitro é ver que está tentando enganá-lo e quem não está. Aqui na Inglaterra há quase tantos jogadores estrangeiros quantos jogadores ingleses. Não é justo que alguns tenham privilégios que outros não tem”, disse Aguero.

O juiz Mark Halsey marcou um pênalti polêmico do próprio Zabaleta em cima do norueguês John Arne Riise. Passado o jogo e com a vitória garantida, Aguero já deixa o assunto para trás e garante: o segredo é justamente ‘esquecer’ os juízes e se focar na partida.

“Tento não me envolver com problemas de arbitragem. Sempre há erros para qualquer time. Ele tomou uma decisão errada no pênalti do Fulham, mas isso acontece em qualquer jogo. Tudo que podemos fazer é não deixar isso nos afetar e apenas continuar jogando o nosso jogo”, disse.

Relacionados