thumbnail Olá,

Segundo o treinador escocês, o atacante holandês representa um perfil no qual o clube inglês precisa há tempos

O técnico do Manchester United, Alex Ferguson, é só alegria com seu mais novo reforço: Robin van Persie. Segundo o treinador escocês, o atacante holandês representa um perfil no qual o clube inglês precisa há tempos. Um grande jogador que chega formado para acrescentar ao time. Além disso, o comparou a Eric Cantona, craque francês que desembarcou em Old Trafford em 1992 para fazer história na Inglaterra.

"Robin é o que precisávamos nos últimos anos: um jogador pronto. Nós tivemos vários jogadores deste tipo, começando por Eric Cantona. Nós ainda seríamos capazes de fechar com o título sem o Robin, mas ele nos dá uma espécie de confiança para o futuro", disse Van Persie, em declarações publicadas neste sábado pelo “Daily Mail”.

De acordo com Ferguson, a experiência de Van Persie, que pode ser relacionado para o duelo de estreia no Inglês nesta segunda, ainda que seja para ficar no banco, chega para preencher as lacunas que serão deixadas por ídolos como Paul Scholes e Ryan Giggs, ambos perto da aposentadoria.

"Faz algum tempo que precisávamos de um jogador deste tipo. Paul Scholes e Ryan Giggs estão se encaminhando para o final da carreira e eu preciso de jogadores maduros do mais alto nível para substituí-los".

O esforço do United para desembolsar 23 milhões de libras (cerca de R$ 73 milhões) para levar o holandês tem uma justificativa: desbancar o rival City, que levou a taça de campeão inglês para o lado azul de Manchester na última temporada. Roberto Mancini, técnico do City, sabe disso e, inclusive, joga o favoritismo do lado adversário.

 "É por esta razão (força do poder de ataque do United) que eles são os favoritos ao título. United e Van Persie são os melhores. Alex Ferguson está um pouco confiante demais. Mas, é claro, o Van Persie aumenta seu potencial ofensivo, porque eles têm um craque".

O United começa sua jornada rumo ao título inglês somente nesta segunda-feira, fora de casa, contra o Everton. O atual campeão City, por sua vez, vai a campo um dia antes, contra o Southampton, em Manchester.

Relacionados