thumbnail Olá,

Defensor lembra semifinais da temporada passada, e eliminação nos pênaltis em pleno Bernabéu

O zagueiro Pepe falou sobre a partida de ida das semifinal da Champions League, entre Real Madrid e Borussia Dortmund, que começam a disputar um lugar na grande decisão a partir desta quarta-feira, no Signal-Iduna Park. O luso-brasileiro acredita que a equipe tenha o necessário para chegar no jogo de volta em plenas condições de classificação, e torce ainda pelo 'algo a mais' que faltou aos Blancos na temporada passada.

Em 2011-12, o Real chegou a devolver a derrota sofrida frente ao Bayern no jogo de ida, forçar a prorrogação e, depois, a disputa por pênaltis, mas fracassou da marca da cal e viu a vaga na final escapar frente à sua torcida, no Santiago Bernabéu.

"Precisamos ir com força máxima para a partida, mas não confundir isso com afobação. Precisamos continuar de pé pois temos um jogo em casa na volta", ponderou Pepe durante a coletiva de imprensa desta segunda-feira.

"Fracasso é uma palavra forte, que não deve ser usada nessa semifinal. Vamos ir lá para vencer e, com sorte, contaremos com um pouco mais de sorte que nos faltou nessa mesma altura na temporada passada."

Os prováveis adversários da final, em caso de classificação, não trazem boas lembranças para o Real: além da ferida recente causada pelos bávaros, o rival Barcelona ainda detém um retrospecto positivo na história recente do Superclássico, apesar da balança favorável na atual temporada.

"Precisamos ter esperança de que iremos vencer a décima Champions League mas, assim que entrarmos em campo, precisamos focar apenas em jogar bem."

"Não dá para vencer a Champions League sem antes passar por esta fase. Contanto que consigamos avançar, não me importo quem pegaremos na final", acrescentou.

Real e Dortmund se enfrentam na Alemanha a partir das 15h45m, horário de Brasília.

Relacionados