thumbnail Olá,

No Milan, atacante afirma que ex-companheiro de equipe terá de encontrar seu lugar entre os catalães, e afirma que gostaria de marcar contra os blaugranás

O atacante Bojan, que trocou o Barcelona pelo Milan em busca de mais oportunidades, agora vê o mesmo problema atingir ex-colega David Villa. Desde a chegada de Tito Vilanova ao comando dos catalães, o jogador de 31 anos atuou em apenas oito partidas como titular, marcando seis gols.

Após sofrer uma lesão séria no Mundial de Clubes de 2011, o camisa 7 perdeu o restante daquela temporada, e acabou sendo preterido devido à ascensão de outros jogadores no elenco catalão.

"Eu sei exatamente o que Villa está passando. Ele se acostumou a ser o ponto de referência para a equipe, marcando muitos gols, mas isso é difícil para ele. Ele precisa se adaptar a outra posição porque atua ao lado do melhor jogador do mundo", disse Bojan, em entrevista à Rádio RAC1.

O ex-Barça diz que gostaria de marcar contra sua equipe, mas garante que não tem a intenção de dar o troco por sua saída do clube. Até porque nem ele sabe ao certo se comemoraria o tento.

"Quero jogar e marcar contra o Barça, mas não por raiva ou amargura, não sinto essas coisas. Quero apenas ajudar a minha equipe."

"É um tipo de vingança? Sim, mas pela importância da partida."

"Não acho que comemorar um gol no San Siro seria considerado uma falta de respeito. Acho que eu o faria, mas no Camp Nou seria diferente, dependendo do momento. Prefiro não pensar muito sobre isso", concluiu o atacante.

Italianos e espanhóis se encaram nas oitavas-de-final da Champions League. O jogo de ida está marcado para a próxima quarta-feira, 20, no San Siro.

Relacionados