thumbnail Olá,

Delegação da equipe inglesa precisou fazer rota alternativa em aeroporto para evitar colisão com torcedores do Galatasaray

Alguns torcedores do Galatasaray extrapolaram a definição de competitividade nesta segunda-feira, no aeroporto Ataturk, em Istambul. Um grupo de aproximadamente mil fanáticos acompanhou o desembarque do Manchester United, adversário da equipe turca desta terça, carregando faixas e ameaçando a delegação da equipe inglesa, que precisou deixar o local por um terminal alternativo para evitar o confronto.

A Polícia fez uso de gás lacrimogênio para tentar conter os fanáticos torcedores do Gala, quadro familiar para o técnico Alex Ferguson. O escocês lembra de outras situações em que Devils e os turcos se enfrentaram, no passado, nas quais a repercussão foi semelhante.

"Em 1993, viemos para cá, e foi algo incrível. Foi uma coisa nova e assustadora, mas já estivemos na Turquia outras vezes e conhecemos bem o entusiasmo e o fanatismo dos torcedores daqui. Não é problema para nós."

O diretor de futebol do clube de Istambul, Abdurrahim Albayrak, lamentou o episódio.

"Somos, em todos os aspectos, um clube de qualidade. Devemos recepcionar nossos adversários de forma amigável, não assim. Depois que eu entrei em contato, os torcedores entenderam o signficado do gesto e se acalmaram."

"Eles [United] nos receberam com respeito, e nosso primeiro objetivo deve ser a recompensa dessa atitude", acrescentou o dirigente.

O Manchester United já está classificado no Grupo H da Champions League, enquanto o Galatasaray briga com Cluj e Braga pela segunda vaga às oitavas-de-final.

Relacionados