thumbnail Olá,

Meia ainda não assimilou a primeira conquista continental dos Blues

O Chelsea vive os maiores dias de sua história a partir deste sábado, após a conquista da primeira Champions League sobre o Bayern de Munique, em plena Allianz-Arena. O capitão Frank Lampard, ícone da era Roman Abramovich, que ergueu o clube à condição de grande da Europa, não teve palavras para descrever a alegria da vitória.

Autor do gol de empate, o marfinense Didier Drogba recebeu elogios do camisa 8. O atacante tem seu contrato encerrando em breve, e ainda não sabe se permanece no Stamford Bridge.

"Não posso acreditar. A determinação que mostramos foi incrível. Não jogamos fantasticamente bem, mas nosso 'ator principal' Didier Drogba nos salvou. Ele é um herói, sem ele não estaríamos aqui. Está sempre marcando gols em jogos importantes", declarou o inglês.

"Gostaria muito que ele ficasse. O que ele mostrou hoje foi tudo aquilo que mostrou durante a carreira."

Outro que não tem sua permanência garantida é o técnico interino Roberto Di Matteo.

"Não é assunto para este momento [o futuro do treinador]. Ele pegou uma equipe que tinha problemas, que possivelmente cairia fora da Champions League. Olhe onde estamos agora."

"Ainda estou sem palavras. Era mais provável que perdessemos a partida, pela quantidade de chances que eles tiveram. Contamos com sorte, mas você precisa dela nesse tipo de competição se quiser vencê-la. Isso aconteceu hoje, mas merecemos", encerrou Lampard.

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.

Relacionados