thumbnail Olá,

Stephen Keshi tinha anunciado saída no domingo

A Nigéria voltou a ter um treinador para a Copa das Confederações 2013. Stephen Keshi, que tinha pedido demissão no domingo, voltou a trás e não irá mais deixar a seleção campeã da Copa das Nações Africanas. O comandante comentou sobre a situação.

Keshi admitiu que teve alguns problemas com a federação de futebol da Nigéria, porém acabou desistindo da demissão, após conversas. “Eu reconsiderei a minha posição e decidi continuar com meu trabalho. Eu gostaria de agradecer o Ministro dos Esportes, Mallam Bolaji Abdullahi, pela intervenção.”

O anúncio da permanência foi realizado na rádio Metro FM, bastante popular da Africa do Sul. Tudo ocorreu, após reunião de emergência com o próprio treinador e alguns representantes do futebol nigeriano.

A reclamação de Stephen Keshi era que a federação já tinha decidido pela demissão dele da Nigéria, mesmo antes do jogo contra a Costa do Marfim, que disputavam uma vaga na semifinal. A conquista da Copa Africana serviu como apoio ao treinador, que agora foca na Copa das Confederações.

Relacionados