thumbnail Olá,

Episódio aconteceu no Egito, em fevereiro de 2012, durante partida no Estádio Port Said

Uma das cenas mais marcantes de 2012 foram os atos de violência que tomaram conta do Estádio Port Said, no Egito. Os 21 acusados de participarem da maior tragédia envolvendo o futebol que já aconteceu no mundo tiveram decretado sentença de morte.

O episódio aconteceu após o clássico entre Al Ahly e Al Masry, quando torcedores das duas equipes começaram uma briga que fugiu ao controle e se transformou em um verdadeiro massacre nunca antes visto no futebol.

Foram 74 pessoas mortas no Port Said, durante a confusão que teve guerra de pedras e fogos. A tragédia se estendeu para fora do estádio, já que em Cairo, cidade do Al Ahly, morreram 16 pessoas por conta de protestos.

Na semana passada, na prisão de Port Said, local onde os acusados de participarem da confusão estão mantidos, aconteceu outra revolta e dois policiais acabaram mortos. O curioso é que os torcedores do Al Ahly, conhecidos como "Ultra", são bastante ativos politicamente, e dos 73 acusados por conta da tragédia nenhum é integrante da torcida do clube.

A torcida do Al Ahly foi para rua e comemorou as sentenças das 21 pessoas acusadas, no caso de morte para todas elas, porém os outros todos acusados devem ter o veredicto final até o dia nove de março.

Relacionados