thumbnail Olá,

O campeonato egípsio ficou paralisado devido ao massacre em um estádio que deixou mais de 70 mortos

O governo do Egito decidiu que o campeonato de futebol do país voltará a acontecer a partir do dia 1º de fevereiro, exatamente um ano após o massacre no Port Said Stadium, que acabou com várias mortes.

A confusão ocorreu durante a partida entre o Al Ahly, time mais popular do Egito, e o Al Masry, dono da casa, na cidade de Port Said. Os torcedores do Al Masry atacaram os visitantes e o incidente provocou a morte de 74 pessoas.

Desde então, as tentativas de retomar o campeonato falharam pois a torcida do Al Ahly exigiu a condenação dos responsáveis pelo tumulto. O julgamento envolve 73 oficiais de segurança e torcedores e o veredito sobre o caso será dado no dia 26 de janeiro.

A Associação de Futebol do Egito declarou que o retorno foi avaliado pelos ministérios da segurança e dos esportes no país e ambos consideraram o torneio "positivo para a economia e o esporte". No entanto, durante a primeira temporada, não será permitida a presença de espectadores nos estádios.

Relacionados