thumbnail Olá,

O nigeriano acredita que os desfalques dos principais nomes de sua equipe prejudicou sua Seleção na competição.

O técnico da Nigéria, Stephen Keshi, reconheceu a superioridade da Espanha na partida de hoje. Os campeões africanos perderam por 3 a 0 para o espanhois e deram adeus à Copa das Confederações. 

"Perdemos o jogo porque jogamos contra um time melhor, um time que tem sido bom já a  algum tempo. É um processo de aprendizado para nós, só temos de continuar o que começamos hoje e construir", afirmou Keshi. 

 Sem poder contar com nomes como Emmanuel Emenike, Victor Moses e Kalu Uche, que não foram liberados pelos seus clubes, o comandante das Águias acredita que os desfalques os prejudicaram na competição. 

"Quando você olha para os outros times, eles têm a sua equipe completa, o primeiro escalão. Nos últimos jogos perdemos quatro ou cinco jogadores importantes e hoje perdemos outro jogador chave, foi prejudicial. É futebol, temos de viver com isso", declarou. 

Sobre os favoritos ao título, Keshi preferiu não apostar nem no Brasil muito menos na Espanha, mas ressaltou que nem sempre a melhor equipe de uma competição sai vencedora. 

"Bem, eu não sei tudo do futebol mundial. Estou aprendendo. Eu não posso dizer se a Espanha é melhor do que o Brasil. Neste torneio, o melhor time nem sempre vence. Eu não posso colocar dinheiro em ninguém", completou.

Relacionados