thumbnail Olá,

Presidente alviverde não vê nada de errado em sua atitude, e ainda não fala em mudanças

Menos de um dia depois da queda do Palmeiras à Série B do Brasileirão, um fato acabou provocando a ira dos torcedores alviverdes, que passavam por um dos momentos mais difíceis dos últimos anos. O presidente Arnaldo Tirone foi visto na praia do Leblon nesta segunda-feira e tensionou ainda mais a relação entre a diretoria do clube e a torcida.

Questionado pela Agência Estado sobre o ocorrido, ele não demonstrou culpa e ainda aproveitou para atacar os críticos.

"Fui ao jogo, sofri com o time e hoje eu tinha uma reunião no Rio de Janeiro. Aproveitei e fiquei por aqui. Qual o problema? Tomei um banho de mar para desestressar. Se o jogo foi em Volta Redonda, no Rio, qual o problema eu aproveitar e dar uma passada na praia? Se o jogo fosse em Piracicaba, até poderiam reclamar de eu estar na praia. Mas foi no Rio. Ficar reclamando disso é maldade pura", rebateu Tirone, que afirma ter passado uma noite difícil no domingo.

"Foi duro de dormir. A gente sabe que os erros foram grande e vamos tentar corrigir. Temos de fazer uma tomografia no clube para ver o que acontece", acrescentou.

Uma reunião entre o mandatário, o gerente de futebol César Sampaio e o técnico Gilson Kleina deve dar um primeiro encaminhamento para o futuro do Palmeiras.

Relacionados