thumbnail Olá,

Treinador deixou sua permanência em aberto para a próxima temporada

O empate diante da Portuguesa, no domingo, foi o antepenúltimo compromisso do Grêmio na temporada, que vai encerrando com boas chances de terminar com o vice-campeonato do Brasileirão. Para o técnico Vanderlei Luxemburgo, a sensação é de que a equipe cumpriu seu dever em 2012.

Mesmo lamentando a ausência de títulos no ano, o treinador acredita que um passo foi dado nesse sentido.

"Vim para o Grêmio com objetivo de recuperar aquela coisa mágica que o time tinha. A relação com o Olímpico, o jogador comprometido, a chance de virar jogos e buscar resultados fora de casa. Além da vaga na Libertadores, da elite Sul-Americana. Este era o objetivo", afirma o treinador, em declarações reproduzidas pelo UOL.

"Claro que eu queria conquistar [um título]. Mas nem sempre se consegue no primeiro momento. O Corinthians campeão da Libertadores foi o mesmo que perdeu no ano anterior. O Internacional, nosso rival próximo, antes de conquistar a Libertadores perdeu duas Sul-Americanas."

Com o contrato por encerrar, Luxa negocia sua permanência com a nova direção tricolor, mas deixa saída do clube em aberto.

"É na derrota, muitas vezes que se monta um grande time. Formamos uma base e quem estiver aqui no ano que vem terá um bom caminho andado. Seja eu ou outro treinador."

"Quando que eu falei que estava tudo acertado? Não falem de mim, pois eu nunca falei isso. O dirigente falou? Então ele que fale. Não fechei nada com ninguém. Não tem nada decidido."

"Vou analisar, tenho que ouvir ainda algumas coisas e esta projeção precisa ser com calma. Não posso ter pressa. Agora terei uma semana para pensar, conversarei com minha família e depois tomarei uma decisão", acrescentou.

O Grêmio encara o já rebaixado Figueirense em Florianópolis, no próximo domingo.

Relacionados