thumbnail Olá,

Gum e L. Euzébio, Bi-campeões pelo Tricolor, falam sobre como formaram a defesa menos vazada da competição

Não é só com os gols dos atacantes que se conquista um título. Indiscutivelmente, um time campeão começa com um bom sistema defensivo. Nesse contexto, fica fácil entender o excelente rendimento do Fluminense no Brasileirão. A equipe do Flu sofreu apenas 28 gols até aqui neste Brasileirão. Cinco nomes defenderam as posições do Flu neste campeonato: Gum, Leandro Euzébio, Anderson, Digão e Wellington.

O zagueiro Gum falou sobre como a equipe manteve o rendimento mesmo com as mudanças:

"Hoje o Fluminense tem grandes zagueiros, a equipe está muito bem servida. Todos tiveram grande participação no título, sequências boas. Isso demonstra que o trabalho tem sido muito bem feito aqui no Fluminense. Até o Elivélton, que não chegou a jogar, nos ajudou muito nos treinamentos. Os pontos fortes da nossa defesa são união, amizade e humildade",disse o camisa 3.

Outro destaque do sistema defensivo, são os gols marcados no ataque. Se não bastasse a solidez defensiva, os zagueiros tricolores também marcaram 8, dos 59 gols da equipe na competição. Para Leandro Euzébio, os gols não são novidade:

"Na verdade, não tem segredo. Foi o conjunto, toda a equipe. É preciso ressaltar a força de todos os zagueiros. Gum, Digão, Anderson, Elivélton e Wellington. Nesse período em que trabalhamos juntos, todos amadurecemos bastante. Esse entrosamento foi muito importante. A experiência de trabalharmos juntos faz com que a nossa defesa tenha números tão bons", afirmou.

O zagueiro Anderson ressaltou o nível do grupo de zagueiros:

"O nível da nossa defesa é muito alto. Quando um sai, a qualidade segue a mesma. O grupo é muito nivelado. Isso é muito importante num campeonato longo como o Brasileiro, onde tudo acontece, como problemas de lesão e cartão", completou o defensor.

Relacionados