thumbnail Olá,

Meia também lamentou saída de Cristóvão Borges

O meia do Vasco, Felipe, criticou o ex-treinador vascaíno, Marcelo Oliveira, sobre a maneira como saiu do clube. O experiente jogador de 35 anos relembrou a saída de Cristóvão Borges e a lamentou.

"Respeito, mas não concordo com a atitude do Marcelo Oliveira. Ele nem se despediu. Com certeza ele já sabia da situação do Vasco quando veio, então é fácil ir embora depois de perder algumas partidas tendo uma proposta melhor de outro clube. Serve para que todos aqui aprendam. O Vasco pagou pela saída do Cristóvão, que foi xingado de burro pelos torcedores. Todo mundo tem parcela de culpa: diretoria, jogadores e torcida", declarou o camisa 6.

"Eu poderia ter ficado feliz com a saída dele porque não jogava com regularidade. Mas fiquei triste, porque o Cristóvão conhecia nosso grupo como ninguém", acrescentou.

O meia se empolgou com o fato da possibilidade de Ricardo Gomes reassumir o cargo no ano que vem.

"É muito satisfatório saber da notícia de que ele pode voltar a trabalhar. E se puder voltar a trabalhar com a gente, será melhor ainda", completou.

Até o fim do Brasileirão, a equipe será dirigida pelo técnico interino, Gaúcho. Na próxima rodada, o Vasco encara o Atlético-MG, em São Januário, neste domingo, às 17h (horário de Brasília).

Relacionados