thumbnail Olá,

Meia faz balanço positivo de suas primeiras semanas no Fla, e não abre mão de objetivos maiores

São quatro jogos de boas atuações, que assinalam um início promissor de Cleber Santana no Flamengo. O próprio jogador se diz satisfeito com a maneira como se adaptou à equipe do técnico Dorival Junior, e espera melhorar ainda mais na reta final do Brasileirão para ajudar o Rubro-Negro a atingir seus objetivos.

"Estou feliz por ter sido muito bem recebido por todos os jogadores, comissão, imprensa, torcida. Muito feliz. Espero continuar fazendo o meu melhor, crescendo nos jogos, para que as coisas possam acontecer naturalmente. Não temos muito tempo, faltam dois meses, um mês e pouco de campeonato, mas tive de me adaptar o mais rápido possível. Mesmo fora daqui já sabia que a pressão é muito grande pelo tamanho do Flamengo. O mais gostoso para os jogadores é saber viver com a pressão", disse o camisa 88.

No momento, o Fla briga para se livrar do fantasma do rebaixamento, já que soma 35 pontos em 28 partidas, oito de distância do Sport, primeiro integrante da zona de degola. No entanto, Cléber acredita que a equipe pode mirar uma grande meta até dezembro, como uma vaga na Libertadores. Ainda que seja preciso um rendimento quase perfeito a partir de agora.

"Como falta um mês e pouco, falar em título não dá. Temos que esquecer. Não se pode falar em rebaixamento, até pela grandeza do clube, pela qualidade do grupo que nós temos. Nosso pensamento é pontuar o máximo possível nos dez jogos que faltam. São 30 pontos em jogo. Temos chance de chegar a uma Libertadores, sabemos que é difícil, mas não impossível. Estamos com 35 pontos. Se chegarmos a 65, acho que dá."

"O importante é pontuar jogo a jogo. É bastante difícil, mas temos de fazer a pontuação para sair daquela zona incômoda. Querendo ou não, isso incomoda. O grupo está ciente, é o nosso pensamento."

Contratado por duas temporadas, o meia já reconhece a necessidade de se pensar no próximo ano.

"Primeiro temos de cumprir com nossa etapa, procurar nesses dez jogos pontuar o máximo para ter tranquilidade. E aí temos de pensar no ano que vem, temos um grupo forte, a equipe está procurando a trabalhar bem a bola, pegando um conjunto. É importante para começar 2013 com a equipe bem compacta", encerrou.

Fonte: Globoesporte

Como se atualizar com as notícias do futebol mundial fora de casa? Com http://m.goal.com - sua melhor fonte de cobertura para celulares do futebol.
   

Relacionados