thumbnail Olá,

Em entrevista ao SporTV, Marcos Assunção culpa a atuação dos jogadores pela situação em que se encontra o Verdão e pede desculpas ao ex-técnico Luiz Felipe Scolari.

Após doze dias do desligamento de Luiz Felipe Scolari do Palmeiras, Marcos Assunção, um dos jogadores mais próximos ao ex-técnico, ainda sente os problemas que levaram à mudança de treinador. Como capitão do time e em nome do elenco, Marcos Assunção pediu desculpas à Felipão pela sua saída, já que ele foi um dos responsáveis por ter levado a equipe ao título da Copa do Brasil.

"Só tenho a agradecer e pedir desculpas porque ele é um excelente profissional. Infelizmente, o futebol é assim: quando as coisas não vão bem, o primeiro a sair é o treinador. Nós, jogadores, estamos envergonhados", relatou o volante ao SporTV.

"Ficamos envergonhados pela situação em que estamos e pelo que ocorreu com um cara que tanto bem fez para o Palmeiras, que tantas conquistas ganhou para o Palmeiras e ter que sair assim de uma forma e em uma situação na qual nós, jogadores, não estávamos fazendo o nosso dever corretamente de ganhar as partidas", admitiu.

O meio-campista culpa si mesmo e os colegas pela situação em que se encontra o Verdão. Atualmente, a equipe alviverde ocupa a antepenúltima colocação do torneio e está a cinco pontos do Coritiba, primeiro clube fora da zona de rebaixamento.

"Chegou um momento em que acho que até ele viu que não tava dando mais para aguentar tantos problemas. A situação que o palmeiras se encontrava era de muita pressão. E continua sendo. Só ganhamos uma partida, subimos uma posição, mas continuamos na zona de rebaixamento", apontou Assunção.

"O Felipão é um cara muito bom, não tenho nada a falar dele. Ele nos ajudou bastante, eu o tinha como um pai. Ele segurou vários problemas que não saiam na imprensa, deu a cara para bater. Em qualquer tipo de problema, ele chegava na linha de frente para resolver", enalteceu.

Relacionados