thumbnail Olá,

Camisa 7 já decidiu contra Santos e Palmeiras. Corinthians é o adversário no domingo

Durante o período em que Lucas estava na Seleção Brasileira, a diretoria do São Paulo acertou a venda do jogador por um valor recorde ao PSG da França. Mesmo vendido, o camisa 7 voltou ao Tricolor com ainda mais vontade. Em campo, ele está 100% desde o retorno - vitórias sobre Ponte Preta e Bahia.

Para confirmar esse bom momento, nada melhor que uma boa atuação seguida de vitória no clássico contra o Corinthians, no próximo domingo, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. Uma trinca que Lucas está perseguindo há muito tempo.

No profissional do São Paulo desde 2010, o são-paulino já decidiu clássicos contra os rivais Palmeiras e Santos. No primeiro ano na equipe principal, Lucas foi o grande destaque no triunfo sobre o time alviverde por 2 a 0, ao deixar sua marca e dar o passe que culminou no gol de Fernandão.

Já neste ano, o camisa 7 entrou novamente em ação em um clássico. Pelo Campeonato Paulista, o amigo Neymar viu o companheiro decidir o San-São nos minutos finais. A partida estava empatada até os 41 minutos do segundo tempo, quando Lucas marcou e fez a torcida explodir no Morumbi.

"Falta esse clássico, né. O único que ainda não marquei e vou atrás disso. O mais importante será vencer o jogo no Pacaembu, mas se eu puder marcar será melhor ainda", disse Lucas, que quer ajudar o Tricolor e dar sequência nestes 100% desde o retorno da Olimpíada.

"Temos de continuar nesta boa sequência para subir na tabela do Brasileiro. Por se tratar de um clássico, sabemos que uma vitória dará moral e confiança. Estamos nos preparando ao máximo para fazer um bom jogo no domingo", completou o craque tricolor.

Por toda a rivalidade dos últimos anos, Lucas reconhece que enfrentar o Corinthians é algo diferente. No ano passado, por exemplo, o goleiro Rogério Ceni fez o centésimo gol da carreira justamente contra o rival. Pelo Paulista, ele marcou na vitória por 2 a 1, na Arena Barueri. Dagoberto fez o outro.

"É um jogo diferente, não tem como negar. O clima é esse, o espírito também. Até pela rivalidade entre as torcidas, a tradição das duas equipes. Vamos em busca destes três pontos para manter o nosso bom momento", disse o camisa 7.

Lucas se apresentará ao clube francês em janeiro de 2013. Até lá, ele planeja o final perfeito no São Paulo. Ele reconhece que o título brasileiro está distante, mas não desistirá de tentar. Além dele, a conquista da Sul-Americana está nos planos do jovem jogador.

"Meu objetivo é esse. O título do Brasileiro está difícil, mas não impossível. Temos de encaixar uma boa sequência na competição. E também a Sul-Americana, que é mata-mata e cada jogo é uma final. Quero ganhar tudo que disputo e alcançar meus objetivos", concluiu Lucas.