thumbnail Olá,

Ataques arrasadores foram o ponto forte deste final de semana!

Em um final de semana de clássicos, retornos e estreias, o Brasileirão em nada deixou a desejar em comparação aos campeonatos europeus que deram o pontapé inicial. Goal.com compilou a seleção dos melhores desta rodada na formação 4-3-3, levando em conta as notas de 0 a 5 dadas aos jogadores que atuaram nos últimos dois dias.

No gol, Felipe mostrou que voltou para ficar no gol rubro-negro, com uma série de grandes defesas que garantiram a grande vitória do Flamengo sobre o Vasco no Engenhão. Nota 3,0.

A defesa começa a ser formada por Ayrton, que deu uma aula de bolas paradas a Ceará no duelo entre Coxa e Cruzeiro: cruzamento na medida para Lucas e uma falta cobrada com tanta categoria que sequer Fábio saiu na foto (3.5). No meio, Tolói se recuperou de uma jornada ruim diante do Náutico com uma performance excelente diante da Ponte Preta no sábado (3.5), enquanto Bruno Rodrigo, que pode até não ter conseguido segurar o ataque corintiano, mas mostrou estrela ao marcar o gol da vitória na Vila Belmiro. Finalizando, Eron foi o destaque da importante vitória do Dragão sobre o Palmeiras em Goiânia, deitando e rolando para cima de Patrik e anotando o gol que abriu o caminho para os três pontos. Os dois últimos também recebem nota 3,5.

O meio começa a ser formado de dois volantes que foram discretos no geral, mas fizeram bem o serviço que lhes foi exigido. Fernando ajudou o Grêmio a dominar o Figueirense no Olímpico com a seriedade de sempre (3.0), enquanto João Vitor ajudou o Palmeiras a permanecer na partida, dando a assistência para o gol do empate de Barcos logo após o Atlético largar na frente. Nota 3,0.

Na armação, um retorno esperado por todos os são-paulinos, e porque não, pelos entusiastas do Brasileirão: Lucas liderou o São Paulo a uma atuação convincente diante da Ponte Preta, marcando e apagando, ainda que imparte, os insucessos recentes que o Tricolor colecionou na competição. Nota 4,5.

A frente é formada por um ataque responsável por incríveis seis gols: André guardou dois e ajudou o Peixe a se vingar do mesmo Corinthians que o tirou da Copa Libertadores, em parte ajudado por Neymar, que deu um passe para o camisa 9 e cobrou o escanteio que terminou no gol de Bruno Rodrigo (sem contar na incrível performance no meio de semana). E por fim Marcelo Moreno, que não balançou as redes, mas cedeu a glória que normalmente é sua, distribuindo três assistências na goleada tricolor por 4 a 0. O trio levou nota 4.0 em nossa avaliação.

Que tal este time, leitor?


FELIPE
FLAMENGO

AYRTON
RAFAEL TOLÓI
BRUNO RODRIGO
ERON
CORITIBA
SÃO PAULO
SANTOS ATLÉTICO-GO

FERNANDO
JOÃO VITOR
 
GRÊMIO PALMEIRAS

LUCAS
   
SÃO PAULO

ANDRÉ
MARCELO MORENO
NEYMAR
 
SANTOS
GRÊMIO
SANTOS