thumbnail Olá,

Com a dupla representando a seleção brasileira nas Olimpíadas, o Santos somou apenas uma vitória em seis jogos

Sem o meia Paulo Henrique Ganso e o atacante Neymar , o Santos sofre no Campeonato Brasileiro. Com a dupla representando a seleção brasileira nas Olimpíadas, o time somou apenas uma vitória em seis jogos - além de dois empates e três derrotas. Por isso, o técnico Muricy Ramalho admite dificuldade em montar um time competitivo e a falta de opções dentro do elenco santista.


"A equipe muda muito com esses dois jogadores. Com a volta dos dois (Neymar e Ganso) e de alguns que estão no elenco, podemos melhorar", disse Muricy, lembrando também a espera pela regularização do argentino Patrício "Patito" Rodríguez. "Nos treinos, o Patito já mostrou que é diferente", pontuou o treinador.

O meia-atacante portenho, contratado junto ao Independiente, ainda não estreou porque a sua documentação não foi liberada pela AFA. O pai de "Patito" Rodríguez tenta a sua liberação na justiça argentina, enquanto a cúpula alvinegra já acionou a Fifa pela resolução do imbróglio. A expectativa no clube é para o que assunto seja resolvido em breve.

Nem mesmo a volta dos volantes Adriano e Arouca, que não puderam atuar na derrota para o Náutico por suspensão automática, animaram o treinador, que sente falta de atacantes.

"A gente está com sérias dificuldades do meio para frente. Voltam dois atletas, só que o Adriano e o Arouca jogam na contenção. Faltam peças para jogar na meia, na armação. Vamos esperar chegarem alguns atletas e a volta dos que estão na Seleção, para formarmos um novo time", destacou o comandante.

Com tantos problemas, a distância para os líderes da competição - 14 pontos para o Grêmio, último integrante do G-4 - não impressiona Muricy. "O Brasileiro não perdoa, mas é o que temos (para jogar) nesse momento", concluiu.

Relacionados