thumbnail Olá,

Treinador opinou sobre a saída de Obina após briga em 2009

O técnico Luis Felipe Scolari admitiu, em entrevista, que após terminar contrato com o Palmeiras poderia dirigir um time rival como Corinthians. Ele citou até o Internacional, já que tem amor declarado ao Grêmio.

"Vou fazer um contrato de dois anos com alguém ainda. Não adianta vir com seis meses que eu não vou fazer. Porque se eu vou para time tal, eu sei que é um ano só de limpeza. Então tem de ser dois", comentou o treinador em entrevista à Rádio Bandeirantes.

"Existem dois times que eu realmente gosto: Palmeiras e Grêmio. Mas aceitaria dirigir o Internacional, sim. Em 2010, eles me procuraram e fizeram uma bela proposta. Não aceitei porque sabia que se não ganhasse a Libertadores, seria muito pressionado. E o Corinthians, apesar de rival do Palmeiras, eu treinaria normalmente, embora seja difícil", completou.

Entusiasmado com a contratação de Obina, Felipão chegou a criticar a saída do jogador na época que vestia a camisa do Palmeiras em 2009, após briga com Maurício.

"Foi frescura. Só no Palmeiras mesmo. Tem isso em tudo quanto é clube, toda semana. Quando chegaram no vestiário já tinham se abraçado", disse.

Relacionados