thumbnail Olá,

Atacante do Grêmio foi o protagonista do primeiro jogo da final da Copa do Brasil

Grande atuação e dois gols. Também uma expulsão. Pedro Rocha foi o grande personagem da vitória do Grêmio por 3 a 1 sobre o Atlético-MG, nesta quarta-feira (23), no Mineirão, na primeira partida da final da Copa do Brasil.


GOALLEIA MAIS: GOAL
Grêmio celebra vitória | Marcelo Oliveira lamenta ausência de Luan | Renato Gaúcho fala sobre carência de títulos


Com excelente exibição, ajudando na marcação e dando muito trabalho para a defesa atleticana, o atacante marcou dois dos três gols gremistas, mas também foi expulso ao receber dois cartões amarelos. Primeiro por tirar a camisa na comemoração de um de seus gols. Depois por uma entrada desnecessária no campo de defesa.

O vermelho, no entanto, não diminuiu a grande partida de Pedro Rocha, muito menos a idolatria da torcida gremista por ele. Em entrevista coletiva após a partida, o atacante comentou o jogo. Confira:

Tinha esquecido do cartão amarelo por tirar a camisa?

"Não esqueci. Fui tentar voltar para ajudar na marcação, mas como já estava com muitas câimbras, acabei esticando muito a perna para chegar (no jogador do Atlético-MG) e fui expulso. É claro que não queria ter sido expulso. Sei que errei ao tirar a camisa, mas vou pagar por isso agora. Infelizmente vou ficar de fora do segundo jogo da final."

Como foi acompanhar o jogo após a expulsão?

"Eu desci para o túnel abalado e chorando pela expulsão. No vestiário eu acompanhei o final do jogo pela TV. É um bom resultado, mas sei que não tem nada ganho ainda. Na próxima semana tomara que façamos um grande jogo para conquistar o título."

No intervalo, você disse que faria mais um gol, e fez

"Eu confio muito no meu potencial e quero sempre aproveitar as oportunidades. Fico muito feliz pelos dois gols. Passa muita coisa pela minha cabeça. Eu saí de campo chorando porque não estava acreditando que tinha sido expulso. Fiquei triste, mas feliz no vestiário porque vi que o nosso time continuou jogando muito."

Caiu a ficha de entrar para a história do Grêmio?

"Ainda não caiu a ficha. Ainda estou na adrenalina do jogo, mas ainda não tem nada ganho. Faltam 90 minutos. Na semana que vem faremos uma bela festa na Arena e tomara que sejamos campeões."

(Fotos: Lucas Uebel/Grêmio FBPA/Divulgação)

Imaginava ser o protagonista antes do jogo?

"Eu acreditava que poderia fazer a diferença, mas não imaginava que ia ser assim. Eu sonhei muito com esse jogo e em ajudar o Grêmio com gols. Ainda bem que pude ajudar com dois."

Comemoração

"A emoção de fazer o segundo gol foi muito grande e acabei tirando a camisa. Fiquei chateado por ter feito isso, mas muito feliz com a minha atuação e a da equipe."

Relacionados